Preciosa Semente © Salmos 126:6
| Evangelho - A Boa Nova|
  Artigo exibido: 2488 vezes  
tamanho do texto:

Lucas 2:8 a 20

8 Havia, naquela mesma região, pastores que viviam nos campos e guardavam o seu rebanho durante as vigílias da noite.
9 E um anjo do Senhor desceu aonde eles estavam, e a glória do Senhor brilhou ao redor deles; e ficaram tomados de grande temor
10 O anjo, porém, lhes disse: Não temais; eis aqui vos trago boa-nova de grande alegria, que o será para todo o povo:
11 é que hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor.
12 E isto vos servirá de sinal: encontrareis uma criança envolta em faixas e deitada em manjedoura.
13 E, subitamente, apareceu com o anjo uma multidão da milícia celestial, louvando a Deus e dizendo:
14 Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem
15 E, ausentando-se deles os anjos para o céu, diziam os pastores uns aos outros: Vamos até Belém e vejamos os acontecimentos que o Senhor nos deu a conhecer.
16 Foram apressadamente e acharam Maria e José e a criança deitada na manjedoura.
17 E, vendo-o, divulgaram o que lhes tinha sido dito a respeito deste menino.
18 Todos os que ouviram se admiraram das coisas referidas pelos pastores.
19 Maria, porém, guardava todas estas palavras, meditando-as no coração.
20 Voltaram, então, os pastores glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham ouvido e visto, como lhes fora anunciado.

Romanos 10:15 – E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos são os pés dos que anunciam coisas boas!

Estes dois textos, eu os li, porque há algo em comum entre eles. A palavra em comum é "coisas boas". "Formosos os pés dos que anunciam coisas boas" e no primeiro texto acima o anjo falou: "eis que vos trago boas novas de grande alegria". Por quê eu li estes livros? Porque sempre que a gente vai começar um Estudo Bíblico, sobre o Evangelho, a primeira coisa que nós precisamos saber é o que é o Evangelho. O Evangelho é exatamente isto: "Notícia Boa". Tanto o anjo como Paulo, estavam dando Notícias Boas. Esse então, é o significado básico da palavra Evangelho: Notícia Boa.

Realmente é uma Notícia muito Boa, porque nós vamos ver o que Deus quer nos dizer quando Ele nos dá esta notícia tão boa. Este texto do Evangelho de Lucas que nós lemos, fala sobre o nascimento de Jesus.

Estavam ali pastores reunidos nos campos, e apareceu para eles um anjo do Senhor e eles ficaram com medo, porque o anjo era muito exuberante, a glória do Senhor ali brilhava, e eles ficaram com medo. O anjo os tranqüilizou dizendo: "Não temais, porque eu vos trago boas novas". É o primeiro anúncio do Evangelho, e foi feito por um anjo. Boas Novas. Notícia boa. Coisa grandiosa. E os anjos não são iguais às pessoas deste mundo. Os homens costumam exagerar. Igual aos pescadores, que exageram no tamanho dos peixes que apanharam. Os Anjos, não. Os Anjos falam coisas verdadeiras. Se eles falaram que era uma boa notícia, uma boa nova de grande de alegria, é porque era mesmo. E às vezes, numa primeira visão do Evangelho, a gente não pode entender o quão grande é essa boa nova. É uma boa nova tremenda! A vinda deste Salvador que o Anjo estava anunciando ali, era algo que estava sendo esperado pelo homens durante milênios, durante muito tempo. Desde que o homem havia se afastado de Deus, Deus havia prometido, que haveria o descendente da mulher, o desejado das nações, que haveria de redimir a humanidade. Mesmo quando Ele chamou Abraão de "pai da nação dos judeus", Ele falou que na descendência dele Abraão, seriam abençoadas todas as nações da terra.

Seria anunciada a salvação dos gentios, dos estrangeiros, de todas as pessoas. Aqui o anjo estava anunciando esta boa nova. "Não fiquem com medo, não temais, porque eu estou trazendo para vocês, boas novas, notícias boas, de grande alegria. Este é o primeiro anúncio do Evangelho. É uma boa nova, e o significado da palavra é este mesmo, de grande alegria.

Os judeus sabiam que viria o Messias, que viria o Salvador, tanto é que no Evangelho de Mateus, quando Jesus nasceu, haviam reis no oriente, que ficaram sabendo que havia nascido uma pessoa muito importante em Israel. Eles viram uma estrela, e a foram seguindo até chegarem lá, na capital, que na época era Jerusalém, e foram procurar o Rei e lhe perguntaram aonde havia nascido o Rei dos Judeus.

Herodes, que governava na época, ficou preocupado, pois o Rei era ele. Como é que iria nascer um Rei dos Judeus? Mandou chamar os sábios e os eruditos, e lhes perguntou, o que as escrituras diziam sobre isso. Eles, os sábios e eruditos, já sabiam de cor. "Vai nascer em Belém, porque está escrito nas profecias de Miquéias, que de Belém procederia Aquele que deveria reinar sobre todas as tribos de Israel. Porém, mesmo sabendo disto, estes sábios e eruditos não foram lá adorar o Messias. Os Reis Magos foram. Os judeus sabiam da notícia, sabiam do que viria, mas eles não estavam preparados naquele momento. Por isso, o anúncio foi feito a pastores e não aos religiosos e ao governo. Haviam pastores no campo, e a eles foi anunciado, pela primeira vez, o que estava acontecendo naquela noite. Não houve anúncio para as autoridades, para as lideranças religiosas, para os generais. Foi anunciado aos pastores, pessoas simples, que estavam lá no campo. Eles receberam a notícia da parte dos anjos. Os anjos falaram: "Olhem. Não fiquem com medo. Estou trazendo para vocês uma notícia de grande alegria. E essa alegria será para todo o povo. Isso que Deus está fazendo hoje, é algo que vai transbordar todo o mundo. Hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor." A boa notícia, a chave dela, é que aquela pessoa que havia nascido, era o Salvador. Era quem Deus havia designado para reconciliar o homem consigo.

As pessoas, a princípio, talvez não entendam, quão grande é essa novidade. Elas se perguntam porque precisam de um Salvador. Não sabem da sua real situação, da necessidade de um Salvador.

Este Salvador é anunciado em toda Bíblia, que Ele existe, quem é este Salvador, e o que Ele veio fazer no mundo.

Antes de Jesus aparecer no mundo Deus havia escrito todo o Antigo Testamento, tanto é que os eruditos sabiam que Ele iria nascer em Belém. E no Antigo Testamento, fala-se da necessidade de sacrifício, da questão do pecado, que o homem havia escolhido viver por sua própria conta, se afastado de Deus, e que a conseqüência do pecado seria a morte, e que o Salvador viria solucionar este problema.

Os homens, desde há muito tempo, estavam aguardando isto, e isto não acontecia. Demorava. O Senhor, diz a Bíblia, veio na Plenitude do tempo, no tempo certo, naquele momento que Deus separou para tal acontecimento. E os anjos anunciaram esta notícia boa, de grande alegria. E anunciavam que Ele era o Cristo, O Salvador, o Senhor. É claro que, quem nasceu naquela noite, era Jesus, uma criança, mas o anjo já falou que ele seria o Cristo, que significa, o ungido, e Senhor. Era o que Ele se tornaria. Ele sempre foi o Senhor, mas quando Ele ressuscitou, se tornou o Cristo, se tornou Senhor de todas as coisas. E Pedro, discursando na primeira pregação da história da Igreja, quando o Espírito Santo veio pela primeira vez, falou com os judeus: "Aquele a quem vocês crucificaram, Deus o fez Senhor e Cristo". Então o anjo já estava falando que aquele que havia nascido ali, era o Salvador, era Cristo, o Senhor. O anjo já sabia. Para os homens era um bebê, mas o anjo sabia quem Ele era. Ele é o Cristo, o Senhor. Talvez os pastores não tenham entendido exatamente o que ele, o anjo, tinha falado, que aquele Salvador, era o Cristo, o ungido de Deus, o prometido das nações. "E isto vos será por sinal: Achareis um menino envolto em faixas". O anjo comunicava para eles que aquele menino era o Salvador. O anjo já sabia, Ele é o Salvador.

Observe que isto aconteceu durante as vigílias da noite, ou seja, os homens estavam dormindo. Os poderosos dormiam. Como aquele nascimento era um acontecimento grandioso, e os homens dormiam, apareceu, de repente, junto àquele anjo que estava dando a boa nova, a boa notícia, uma grande multidão da milícia celestial. Como era um acontecimento tão grandioso, e os homens não estavam nem percebendo o que estava acontecendo, os anjos se manifestaram glorificando a Deus cantando, e falavam: "Glória a Deus nas maiores alturas, paz na terra entre os homens de boa vontade". E os anjos viram a grandeza daquele acontecimento e cantavam. Os homens dormiam naquela hora, como estão dormindo até agora, e os anjos se alegraram tanto com aquele acontecimento que anunciaram aos pastores, e cantavam. Os pastores foram, então, ver o que havia acontecido.

Isto é o começo do Evangelho. É a vinda do Salvador à Terra. É o Nascimento dEle, e depois , é claro, o Evangelho vai contar como Ele efetuou esta salvação, e como é que ela foi consumada. A salvação estava sendo então, anunciada, e isto é a essência do evangelho que a gente não pode perder de vista. O Evangelho não é religião . É notícia boa. Tem gente que acha que o Evangelho é religião. E não é. O sentido da palavra religião, é religar, isto é, como os homens estão afastados de Deus, então a religião, ligaria você a Deus. E não é isso o que o Evangelho é. Nenhuma religião liga você a Deus. O que liga você a Deus é o Evangelho. É a boa nova que Deus te dá. Tem muita gente que está na religião e não está satisfeito. Estão buscando, estão querendo encontrar alguma coisa que satisfaça e preencha o vazio da sua alma. Esse aqui é o começo do Evangelho.

No outro texto que lemos, em Romanos, paralelo a este, que também usa a mesma palavra. Ali diz assim "Quão formosos os pés dos que anunciam coisas boas." Essas "coisas boas" é a mesma coisa que o anjo falou. "Eu vos trago boas novas de grande alegria". É a mesma coisa. "Quem anuncia coisa boa?". Que coisa boa é esta? É o Evangelho. O Evangelho é coisa boa. É o que Deus tem para você. E antes deste texto, a gente vê Paulo falando como é simples, você aceitar o Evangelho, porque este é o anúncio que o Salvador veio ao mundo para te salvar. E se você aceita este fato, você vai entrar no descanso dEle. Então o Evangelho é o descanso. Quando Deus criou o homem, lá no livro de Gênesis, o homem foi criado no sexto dia. O sétimo dia era o dia do descanso. Então o primeiro dia do homem foi o descanso, de confiar em Deus, de deixar Deus fazer aquilo que nós queremos fazer e não damos conta. Assim é o Evangelho. É Deus fazendo aquilo que você não consegue fazer.

Aquilo que você não consegue fazer, Jesus Cristo veio ao mundo para fazer.

Você descansa no Senhor. Você tem alívio. Quando aceito o Evangelho, eu não tenho o pode ou não pode, o faz ou não faz. Não existe isso mais. É o que Jesus falou: "Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará". Você ficará livre.

Para que você se reconcilie com Deus, basta que aceite o Evangelho. Não precisa fazer promessas, subir as escadas de tal igreja de joelhos, nada disto. Basta aceitar o Evangelho. O que Paulo diz em Romanos, no Cap. 10: 8 - 8 "Porém que se diz? A palavra está perto de ti, na tua boca e no teu coração; isto é, a palavra da fé que pregamos.
9 Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.
10 Porque com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação.
11 Porquanto a Escritura diz: Todo aquele que nele crê não será confundido."

Então o que Paulo fala é que a palavra de Deus é vida. Não é só a letra. É o espírito da palavra. A palavra está perto de ti. Na tua boca e no teu coração.

Se com a tua boca confessares a Jesus como Senhor e dentro do seu coração, você crer que ele ressuscitou dos mortos, você será salvo. Isso é o Evangelho. Nem é necessário mudar de religião. Se você com a tua boca confessar Jesus como Senhor de sua vida, e no seu coração crer, realmente, que Ele é o Senhor, e que Deus o ressuscitou dos mortos, você está salvo. É o objetivo que o anjo falou. Essa é a salvação. Você aceita a Salvação. Você entrega a sua vida, essa é a idéia central do Evangelho: que o Salvador veio. E como que você aceita esta salvação? Falando com a sua boca: eu aceito. Não é uma coisa mecânica. Se você faz isto, você está salvo. É simples. Depois que você faz isto, ficará mais fácil entender a realidade espiritual, porque o seu espírito nasce de novo, e aí ficará fácil de estudar a Bíblia, de entender a Palavra de Deus. Você se torna um bebê espiritual, e a partir daí você vai se desenvolver, e o alimento para você se desenvolver é a Palavra de Deus, porque Jesus falou que nem só de pão vive o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus. A palavra de Deus passa a ser, não uma coisa de religião, mas passa a ser vida para você, realidade. Tem o lado prático da sua vida. Você passa ter relacionamento com Deus.

Isto não é verdadeiramente a mais maravilhosa de todas as notícias?

Texto Selecionado por Nelson Carvalho

 
Voltar ao topo da página
 
Saiba mais:
- Caótica, sem Forma e em Crise
- Oração é o Trabalho Básico na Salvação de Almas
- O Evangelho: Crer e Obedecer
- A Escolha que Confrontou Adão
- Justificação
- Nascer de Novo
- Um Deus Justo e Salvador
- O Homem Certo Ao Nosso Lado
- Há um Deus?
- Você é da Família de Adão ou da Família de Cristo?
- Sete Testes da Autenticidade Cristã
- Sete Evidências do Novo Nascimento
- O Passaporte do Crente para a Terra da Promessa
- A Salvação da Alma
- Regeneração e Renovação
- A Queda do Homem
- O Caminho que Funciona
- Não Estou Salvo!
- O Medo de Crer
 
Preciosa Semente © Salmos 126:6